domingo, 4 de Janeiro de 2009

CONCLUSÃO

As empresas dão cada vez mais uma maior importância à marca e ao seu poder.
Uma marca não se esgota num nome, num logótipo, muito pelo contrário. É um activo de valor incalculável e que cada vez mais constitui um factor de diferenciação fulcral.
Ao ser mundialmente reconhecida, uma marca ganha um estatuto importante perante o consumidor, que conscientemente pagará um preço mais elevado por uma questão de gosto e “status” social. Um produto de marca de luxo vale muito mais pela marca do que pelo custo real de produção do produto.
Sendo assim, uma marca precisa de ser bem administrada para que as empresas possam tirar máximo proveito da sua força. Apesar de não ser tarefa fácil, os profissionais de marketing deverão empenhar-se na criação e reconhecimento da marca perante o mercado de consumidores.
O consumidor faz uso de percepções racionais e emocionais para definir as suas escolhas. Os seus critérios são os mais variados, envolvendo uma análise, mesmo que inconsciente, de todas as informações relacionadas com a marca/produto.
O posicionamento da empresa, o seu discurso, atitudes, princípios, visões e valores são incorporados à sua imagem, influenciando a visão que o consumidor tem em relação à marca.
A identidade visual actua como uma representação gráfica destes valores, muitas vezes, resumindo num símbolo, a essência da organização. E este símbolo é um ícone que o receptor identificará entre tanto outros, procurando nas suas experiências, as referências positivas em relação à marca por ele representadas, justificando assim a sua escolha.
Com a globalização, as diferenças tecnológicas e operacionais entre as empresas tornaram-se muitas vezes imperceptíveis, sendo necessário desenvolver algo mais que as diferenciem das demais. Perante este panorama, as empresas tentam assumir um papel social mais activo, tentando associar a sua imagem a causas e compromissos legitimados pela sociedade. Estes compromissos, incorporados aos atributos, valores e atitudes da organização passam a ser o diferencial no momento da decisão da compra, compondo assim, a força da marca. Após a leitura deste trabalho, podemos afirmar em jeito de conclusão, que a marca desempenha um papel fundamental na estratégia de marketing de lançamento e consolidação de um produto no mercado.

Sem comentários:

Enviar um comentário